Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 5, 2016

Lula: "O país perdeu a autoridade"

Em discurso na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema-SP, neste sábado (5), o ex-presidente Lula repudiou a ação da Polícia Civil na sexta-feira (4) que foi considerada repressiva e abusiva pelos militantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra). "A gente tem que se preocupar mais com os movimentos sociais, porque se a moda de criminalizar pessoas pega...", disse Lula.O ex-presidente elevou o tom e disse que o poder público quer criminalizar os movimentos sociais. "Há um processo de criminalização da esquerda nesse país, em que as instituições estão totalmente desmoralizadas, o país perdeu a autoridade".Lula afirmou aos militantes presentes ao evento solidário ao MST que não se incomoda com a perseguição que ele alega sofrer. "Meu caso é o de menos. Eu tenho casco de tartaruga, 71 anos de idade".O líder maior do PT defendeu a "necessidade" de formar uma frente política de esquerda. "Esse momento de solidariedade ao MST, c…

Vice-prefeito eleito de Caldas Brandão é baleado no braço após reagir a assalto

O vice-prefeito eleito da cidade de Caldas Brandão, Agreste da PB, José Arnaldo de Araújo, conhecido como Zé Duca (DEM), foi ferido a bala durante uma tentativa de assalto ocorrida na manhã deste sábado (5).De acordo com as primeiras informações, o vice-prefeito estava em um mercadinho da cidade quando chegaram três homens e anunciaram o assalto.A suspeita da polícia é de que José Arnaldo esboçou alguma reação e acabou sendo atingido com um disparo no braço.Ele foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. De acordo com as primeiras informações da unidade de saúde a situação dele é regular.Paraiba.com.br

No pós-impeachment Temer defende o voto facultativo

O voto ainda tem algum valor no Brasil? Depois que os 54 milhões de votos concedidos à presidente Dilma Rousseff foram rasgados pelo impeachment de 2016, a resposta, claramente, é não. Outra prova da desvalorização do voto foi a abstenção de 32,5% dos brasileiros nas eleições municipais – o que fez com que vários prefeitos tivessem menos eleitores do que a soma de brancos, nulos e abstenções.Diante desse cenário, o presidente Michel Temer, que chegou ao poder após apoiar uma "conspiração" política contra sua companheira de chapa, pregou o voto facultativo em entrevista à jornalista Mariana Godoy."Talvez seja preciso fazer mesmo uma reforma política, e na reforma vai entrar em pauta o chamado voto obrigatório, e o voto facultativo. Talvez fosse o caso de começar a examinar a hipótese do voto facultativo. Quer votar, vota. Não quer, não vota. Evidentemente que isso precisa vir acompanhado de uma pregação da cidadania", disse ele."Eu acho que há naturalmente um m…