Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 18, 2016

Prefeitura de Sapé/PB anuncia vencedores do 2º Concurso de Poesia Augusto dos Anjos

Os vencedores do 2º Concurso Municipal de Poesia “Augusto dos Anjos”, promovido pela Prefeitura Municipal de Sapé, por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer foram anunciados nesta segunda-feira (18).
Estão sendo premiados os três melhores trabalhos, com prêmios em dinheiro no valor de R$ 500,00 para o primeiro lugar, e R$ 250,00 para o segundo e terceiro lugares.
A proposta do concurso é contribuir para a descoberta de novos poetas sapeenses, estimular a produção literária em âmbito local, dando também oportunidade para a divulgação dos seus trabalhos, igualmente da língua portuguesa.
As inscrições aconteceram entre 31 de março e 13 de abril de 2016, contemplando apenas a categoria de Poesia, cuja temática foi livre.1º lugar
Nome: Antônio Trajano de Lira Júnior
Pseudônimo: Khalil Gibran
Poema: POEMOBIOGRAPHIAS
POEMOBIOGRAPHIAS
O meu poema pó
sem eira
nem beira
foi varrido
igual resto de lixo
pra debaixo do tapete
O meu poema
lírico
tão ridículo
foi lírio
que antes d…

Bomba: PF apura compra de votos no impeachment; vaza conversa sobre fim da Lava Jato

A Polícia Federal já iniciou o processo de apuração de dados relativas as suspeitas de compra de votos de deputados dentro do processo de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), aprovado em sessão deste domingo (17), na Câmara. O início da investigação foi determinado pelo ministro da Justiça, Eugênio Aragão.A PF investiga possível crime de corrupção passiva por parte dos deputados e corrupção ativa por parte de empresários interessados no afastamento da presidente Dilma, que teriam oferecido jatinhos particulares para que os parlamentares se deslocassem de seus Estados para Brasília e não deixassem de votar.A oferta foi admitida pelo braço direito do vice-presidente Michel Temer (PMDB), o ex-ministro Eliseu Padilha, em entrevista à jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, na tarde deste domingo, pouco antes do início da votação do impeachment. Padilha havia declarado, mais cedo, que o grupo a favor da destituição de Dilma “já se organizou para resolver imp…

Sério!? Ninguém acerta bolão do impeachment feito por deputados. Aposta custava R$ 100

Nenhum deputado acertou o bolão de apostas sobre o resultado da votação do parecer favorável à abertura do impeachment da presidente Dilma Rousseff e o dinheiro arrecadado será doado para uma entidade que atende pessoas com deficiências, informou nesta segunda-feira (18) o deputado Carlos Manato (SD-ES), que foi o responsável pela arrecadação.O parecer do relator Jovair Arantes (PTB-GO), favorável à abertura do processo, foi aprovado na noite de domingo (17) por um placar de 367 votos a favor e 137 contra. Houve sete abstenções e dois parlamentares estavam ausentes.Segundo Manato, que é corregedor da Câmara, o bolão teve 51 participantes e rendeu R$ 5.100 - para participar, cada parlamentar teve que pagar R$ 100.Os deputados que mais se aproximaram do resultado foi Carlos Henrique Gaguim (PTN-TO) e o Major Olímpio (SD-SP), que apostaram que os favoráveis ao impeachment conseguiriam 366 votos. O deputado Paulo Azi (DEM-BA) também ficou perto, com um palpite de 368 votos.Como não houve …

Dilma se diz 'injustiçada' e que está apenas no começo da luta

Em sua primeira declaração pública desde a derrota na Câmara, a presidente Dilma Rousseff afirmou que se sentiu "indignada" e "injustiçada" com a aprovação do impeachment e acusou seu vice, Michel Temer, de trair e conspirar abertamente contra ela.Em pronunciamento nesta segunda-feira (18), a petista afirmou que está apenas "no início da luta", e não no fim de seu mandato, e que estão "torturando" seus sonhos e direitos, momento no qual embargou a voz."Não é o começo do fim, estamos no início da luta e ela será longa e demorada", disse. "Estou tendo meus sonhos e direitos torturados, mas não mataram em mim a esperança, porque sei que a democracia é sempre o lado bom da história", acrescentou.Dilma criticou a Câmara por ter reservado um tratamento a ela diferente do oferecido a seus antecessores em relação às chamadas "pedaladas fiscais". Segundo ela, eles também realizaram iniciativas contábeis que, na época, não fo…

Sem transmitir votação do impeachment, Silvio Santos bateu a Globo e liderou audiência

Na noite de ontem (17), enquanto todas as emissoras de TV transmitiam a votação pelo processo de impeachment da Presidente Dilma, o SBT resolveu adotar uma estratégia diferente das demais emissoras.Isso porque, Silvio Santos ordenou que a programação de sua emissora seguisse sem entradas jornalísticas. E parece que a decisão foi uma boa, pelo menos para o canal do Homem do Baú, que segundo dados de audiência, assumiu a liderança contra a Globo em diversos momentos.De acordo com levantamento dos índices, o programa Sílvio Santos, do SBT, registrou 14,5 pontos às 19h34. A Globo, que transmitia o processo, teve 14,9 pontos registrados, o que significa um empate técnico entre as redes na liderança.Em momentos anteriores, a emissora de Senor Abravanel chegou a liderar a audiência. Quem se deu mal com a cobertura foi a Record, que em diversos momentos ficou com apenas 6 pontos.Da Redação
Via: TV Foco

Depois de discurso de Deputada contra corrupção ontem, seu esposo prefeito é preso hoje acusado de corrupção

O prefeito de Montes Claros Ruy Adriano Borges Muniz (PSB) foi preso preventivamente pela Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (18), em Brasília (DF). Ele deve chegar à cidade ainda nesta segunda. A Justiça também expediu mandado de prisão contra a atual Secretária de Saúde do município, Ana Paula Nascimento. A operação "Máscara da Sanidade II - Sabotadores da Saúde" deve cumprir quatro mandados de busca e apreensão na prefeitura, secretaria de Saúde e na casa dos envolvidos.Muniz é casado com a deputada federal Raquel Muniz (PSD) que votou neste domingo (17), a favor do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Ela destacou a gestão do marido ao proferir o voto. " Meu voto é em homenagem às vítimas da BR-­251. É para dizer que o Brasil tem jeito e o prefeito de Montes Claros mostra isso para todos nós com sua gestão".
Segundo as investigações, os acusados usaram de meios fraudulentos para tentar inviabilizar o funcionamento dos hospitais U…

Chamado de 'gângster', Cunha sai mais forte para tentar barrar sua cassação

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi chamado de "gângster", "ladrão" e "golpista" por deputados que votaram contra a aceitação do impeachment pela Câmara.Nos cerca de dez segundos que cada um dos deputados teve, sobraram manifestações políticas contra o governo, mensagens a familiares, a eleitores, e denúncias contra o "golpe".Réu no petrolão e principal condutor do processo contra Dilma, Cunha não respondeu a ataques, como é seu costume. Em seu voto, o deputado, que é evangélico, se limitou a dizer que espera que Deus tenha misericórdia do país."Senhor Eduardo Cunha, o senhor é um gângster! O que dá sustentação a sua cadeira cheira a enxofre", discursou o deputado Glauber Braga (PSOL-RJ), apontando em direção ao peemedebista.
Jean Wyllys (PSOL-RJ) reforçou, chamando Cunha de "ladrão". Ao se afastar, Wyllys se desentendeu com o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e cuspiu em sua direção. O filho de Bolsonaro, o d…

Após derrota de Dilma, Ricardo Coutinho usa o Twitter para criticar impeachment

O governador Ricardo Coutinho (PSB) foi um dos maiores defensores da presidente Dilma Rousseff (PT) nos dias que antecederam a votação do impeachment na Câmara dos Deputados, neste domingo (17). Junto com outros governadores aliados da gestora, ele bateu cartão em Brasília tentando convencer deputados paraibanos a mudarem o voto. Não deu. Logo após a votação, Coutinho ocupou as redes sociais para criticar o impedimento. Confira as postagens.Da Redação
Via: Jornal da Paraíba

Bolsonaro elogia torturador e leva cuspida de Jean Wyllys

A TV Câmara não registrou, mas jornalistas e assessores presentes na sessão plenária sobre o impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff garantem que Jean Wyllys (Psol-RJ) cuspiu em direção ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ).Vaiado ao defender os direitos da população LGBT, negra e aos trabalhadores, Wyllys teria disparado o cuspe após a fala do deputado saudosista da ditadura militar, que elogiou – sob alguns aplausos – o golpe de 1964 e o torturador, reconhecido pela Justiça, Carlos Alberto Brilhante Ustra.Em texto no Facebook, Wyllys alegou que Bolsonaro o chamou, entre outros xingamentos, de “baitola” e “queima rosca”.“Depois de anunciar o meu voto NÃO ao golpe de estado de Cunha, Temer e a oposição de direita, o deputado fascista viúva da ditadura me insultou, gritando “veado”, “queima-rosca”, “boiola” e outras ofensas homofóbicas e tentou agarrar meu braço violentamente na saída. Eu reagi cuspindo no fascista. Não vou negar e nem me envergonhar disso. É o mínimo que …