Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 26, 2017

Cresce o movimento pela volta do Confiança de Sapé/PB, campeão estadual de 1997

Revista Páginas - Cresce um movimento na cidade de Sapé, no interior da Paraíba, pela volta triunfante do histórico clube de futebol. Um grupo de sócios e torcedores do quase extinto Confiança, movimentam as redes sociais pela volta do campeão paraibano de 1997. História
O Confiança foi fundado no dia 22 de abril de 1953, resultado da divisão do Atlético, uma equipe amadora de Sapé. O nome do clube foi uma homenagem ao Moinho Confiança, de propridade de Genival Torres, que doou todo o material esportivo, sendo inclusive um dos fundadores.Estreia, profissionalização e auge
Estreou no Campeonato Paraibano em 1958, mas o clube se profissionalizou apenas em 1996. Em seu primeiro ano de competição, terminou em terceiro lugar e o grupo contava com os jogadores: Lúcio, Warlei, Washington Lobo, Ramiro, Betinho, Willian, Eduardo Luiz, Cícero, Reinaldo Rogério e Forly.No ano seguinte, o Confiança consagrou-se campeão paraibano de futebol, sendo o primeiro - e até hoje, único - time do Brejo a c…

Público do Sambódromo saúda o prefeito: “Ei, Dória, vai tomar no c*!”

Doria foi varrer o Sambódromo do Anhembi e, ao erguer a vassoura para o público, ouviu um sonoro: “Ei, Dória, vai tomar no cu!”. Alckmin, que estava próximo, reagiu: “Não ouvi… eu… cadê a Lu?”, desconversou.O prefeito de São Paulo, João Doria, foi novamente varrer o Sambódromo do Anhembi, neste sábado (25) e, ao erguer a vassoura para o público, ouviu um sonoro: “Ei, Dória, vai tomar no cu!”. O governador Geraldo Alckmin, que estava próximo, reagiu: “Não ouvi… eu… cadê a Lu?”, desconversou sobre os xingamentos.Doria, por sua vez, em comparação pouco modesta, solta mais uma das suas: “Uma maioria me aplaudiu e aprovou, e depois vaiaram os que vaiaram. Mas nem Jesus teve unanimidade. Não busco unanimidade. Eu tô aqui por vontade e alegria de estar aqui. A maioria aplaudiu, e muito”, concluiu.O secretário de turismo e presidente da SPTuris, David Barioni, que também estava por ali, confidenciou: “Nós chegamos a pensar em sair num bloco na avenida, todos os secretários e o João vestidos d…

Repórter da GloboNews tem celular roubado durante transmissão do Galo da Madrugada

A repórter Wanessa Andrade, da GloboNews, teve o celular roubado durante as transmissões do Galo da Madrugada, neste sábado. Ela foi apresentadora do NETV 2ª edição, exibido à noite. "Na hora do empurra-empurra, da multidão passando junto da Frevioca, a gente se comunica por celular, eu consigo lhe ouvir, eu consigo ouvir a coordenação através do celular. Na hora em que eu estava fazendo a transmissão, alguém na multidão, não dá para saber quem, botou a mão dentro do meu short e levou o meu celular", narrou a jornalista. Clique para assistir ao vídeo no site da emissora.O depoimento foi feito ao vivo, após reportagem sobre tumultos no Bloco da Favorita, no Rio de Janeiro, e antes de Wanessa introduzir o público a um trecho da apresentação de Marron Brasileiro com participação de Toni Garrido. "Mas até agora nenhuma confusão registrada por aqui. Foi aquela coisa mesmo da multidão, botaram a mão aqui e levaram. Eu nem vi quem foi. Agora vamos falar, vamos falar de carnava…

Igreja é atacada por mais de 50 Candomblecistas e pastor denuncia 'intolerância religiosa'

Prestes a ser inaugurada, uma filial do Ministério Cidade do Fogo teve seus banners rasgados e recebeu despachos com nove galinhas mortas e 24 alguidares com oferendas.Por Luana NovaesO pastor Anderson do Carmo, presidente do Ministério Cidade do Fogo, fez uma denúncia sobre um ato de intolerância religiosa promovido por seguidores do candomblé contra uma filial de sua igreja no município de Itaboraí, próximo à Niterói, no estado do Rio de Janeiro.Cerca de 50 candomblecistas foram até a frente do prédio da igreja para realizar rituais e posicionar 24 alguidares de barro com oferendas, conforme relato do pastor. Além disso, o grupo rasgou os banners que informam a breve inauguração do templo.“Intolerantes religiosos somos nós, evangélicos?”, questionou Anderson no Facebook nesta terça-feira (21). “Fui lá para ver de perto, porque não acreditei que pudessem fazer isso, porque penso ‘cada um no seu quadrado’”.Para completar a ação, na quarta-feira passada (22), o grupo de candomblecistas…

Caetano puxa "Fora, Temer" e multidão no Pelourinho acompanha

Uma multidão ao Centro Histórico de Salvador, na noite desta sexta-feira (24), durante show em homenagem aos 50 anos do Tropicalismo. O ponto alto do show foi durante a canja surpresa de Caetano Veloso na apresentação de Gilberto Gil, encerrou o show com um "Fora, Temer!", acompanhado pela plateia.Caetano Veloso não estava programado, oficialmente, para a noite, por “não gostar de tocar no Carnaval”. Apesar disso, Caetano esteve no local e fez uma participação no show que abriu a noite - antes de Gilberto Gil - ao lado dos músicos Alexandre Leão, Cláudia Cunha e Moreno Veloso – filho de Caetano.Ovacionado pela plateia emendou um “Fora, Temer!” no fim da apresentação que foi imediatamente correspondido pela multidão que tomava o Pelourinho. O cantor tropicalista arrancou aplausos do público ao cantar Alegria Alegria, uma das músicas mais conhecidas da sua carreira e que marcou o início do Tropicalismo, em 1967.“Eu agradeço muito pela parte que me toca, nem me organizei para t…