Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 13, 2016

Homem recebe conta de água de R$ 1,5 milhão

O dono de uma casa em Buckeye (Arizona, EUA) quase caiu para trás quando abriu a conta de água. Não era para menos, estavam cobrando dele US$ 440.678,09, o equivalente a R$ 1,5 milhão!O pior: não havia ninguém morando na residência.Recentemente, a prefeitura de Buckeye teve que fazer um recall das contas por causa de valor exorbitantes cobrados. Mas eles variavam de R$ 2 mil a R$ 4 mil.O que aconteceu com Jerry Bryant, entretanto, extrapolou o bom senso. A quantidade de água pela qual estão lhe cobrando daria para encher 40 piscinas olímpicas!No mês anterior, contou reportagem da emissora KPHO, Jerry já havia recebido uma conta abusiva, de R$ 10 mil. A prefeitura admitiu o erro e trocou o hidrômetro da residência. E só piorou!A conta de R$ 1,5 milhão vence em dez dias e a prefeitura ainda não respondeu aos apelos de Jerry.O Globo

Clínica é interditada por uso de materiais vencidos e falta de higiene, em João Pessoa

Uma operação flagrou, nesta terça-feira (13), medicamentos vencidos utilizados em clientes, materiais sem procedência, sonegação fiscal e estrutura sanitária precária na unidade de João Pessoa da clinica escola Núcleo de Estudos e Aperfeiçoamento Odontológico (NEAO). O local foi interditado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que disse ter constatado os problemas.De acordo com Marcelo Figueira, fiscal nacional da Anvisa, o flagrante faz parte de uma operação nacional do órgão para combater os implantes dentários piratas e irregularidades sanitárias.“Tudo faz parte de uma operação nacional. Verificamos que a escola tem sérios problemas sanitários, medicamentos vencidos que estão sendo aplicados nos pacientes, produtos alocados e jogados fora de forma errada, além de sonegação fiscal, problemas com certificação dos bombeiros e na documentação, tanto do local como dos alunos”, afirmou o fiscal.Além das irregularidades apontadas pelo fiscal, o promotor Glauberto Bezzer…

Governo Federal libera cobrança por bagagem nos voos

A partir de março do ano que vem, as companhias aéreas não terão mais que oferecer obrigatoriamente uma franquia de bagagens aos passageiros. Isso significa que os viajantes vão poder escolher, na hora de comprar a passagem, se vão despachar ou não as bagagens. Para quem optar pelo serviço, poderá haver cobrança pelo volume despachado. A medida valerá para passagens compradas a partir de 14 de março de 2017.Atualmente, a franquia de bagagens é de um volume de 23 quilos nos voos domésticos e de dois volumes de 32 quilios nos internacionais.As novas regras para o transporte aéreo de passageiros estão em consulta pública desde março e deverão ser aprovadas pela diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) hoje (13). Para a agência, a liberalização das franquias vai trazer benefícios aos passageiros.“A Anac não vai mais dizer que o passageiro vai ter que pagar necessariamente por uma peça de 23 quilos. Pode ser 23 quilos, 10 quilos, 15 quilos. O que não faz sentido é a Anac conti…

Roberto Feliciano: O trabalho continua

Revista Páginas - A população da cidade de Sapé, distante pouco mais de 50km de João Pessoa na PB, vivencia um momento de grande entusiasmo. Nunca em sua história política, o município paraibano foi administrado por um prefeito reeleito.Desde outubro deste ano de 2016 quando o prefeito Roberto Feliciano, com todo seu favoritismo venceu as eleições, foram despertados nos sentimentos dos sapeenses para 2017 muita espectativa e euforia para continuidade do trabalho da gestão Roberto Feliciano - e aproveitando as palavras do próprio prefeito Roberto "O trabalho continua". A primeira gestão de Roberto Feliciano, ficará marcada pela pacificação do município. O cenário herdado por Roberto 4 anos atrás foram de puro desastre, e como um maestro Roberto Feliciano deu um ritmo acelerado ao serviço público, aprimorou a educação e encaminhou uma melhora na saúde.  Mesmo os nítidos bons resultados do governo de Feliciano, confirmados nas urnas, existe uma dúvida ainda para o sapeense nest…