Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 14, 2017

Página no Facebook acusa prefeito de Marí/PB de pagar salário sem trabalho

Revista Páginas - Uma página no Facebook intitulado de Mary Lunna, referência ao Marí Fuxico, blog já extinto da web, fez uma forte acusação ao prefeito de Marí na Paraíba, Antônio Gomes, em sua publicação na tarde desta terça-feira (14). Segundo a referida página, o prefeito Antônio Gomes (PSD), estaria pagando salário a um determinado radialista da cidade. Em seu poste à página que é conhecida por sua postura contrária à gestão de Antônio Gomes, afirma que o radialista estaria recebendo as remunerações sem está trabalhando. Em sua publicação à página ironisa o assunto, "Quando você pensar que tá na boa porque AG (Antônio Gomes) te prometeu um emprego pra trabalhar duro por um salário mínimo e mesmo assim ainda espera esse emprego, lembre-se já tem marajá ganhando MAIS que um assessor de gabinete sem dar um prego numa barra de sabão só pra cuspir microfone!" finalizando "assim é ótimo viver aqui! Contrariando o slogan do governo municipal. A Página não mencionou o nome…

Lula foi contra demissão da médica que vazou diagnóstico de Marisa

Lula não foi a favor da demissão da médica acusada de vazar uma leitura do diagnóstico de Marisa Letícia. Segundo interlocutores do presidente, ele defendeu que ela passasse por um curso de ética profissional, permanecendo no emprego. As Informações são da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Justiça proíbe Doria de cobrir grafite sem consultar órgão do patrimônio

A Justiça de São Paulo determinou que a gestão João Doria (PSDB) está proibida de apagar grafites e murais pela cidade sem antes fazer uma consulta ao Conpresp (conselho municipal do patrimônio).A decisão foi dada pelo juiz Adriano Marcos Laroca, da 12ª Vara de Fazenda Pública de São Paulo. Caso a prefeitura descumpra a decisão, a Justiça aplicará multa diária de R$ 500 mil, além de outras sanções.O prefeito João Doria elegeu a pichação como inimiga da cidade. Ele tem atacado pichadores, repetindo que todos eles são "bandidos".Um projeto de lei em trâmite na Câmara Municipal endurece a punição para quem pichar muros da cidade. O texto final ainda passará por mudanças e deve prever multa de R$ 5.000 para quem for pego pichando –no caso de reincidência, a autuação chegará a R$ 10 mil. Também está previsto que os responsáveis pelos atos terão de pagar pelos reparos à pichação.DATAFOLHAEm recente pesquisa Datafolha, os grafites em São Paulo tiveram aprovação de 85% dos paulistan…

Censura à Folha é inconstitucional, dizem professores de direito

A decisão de um juiz de Brasília de proibir uma reportagem da Folha sobre a primeira-dama Marcela Temer viola o artigo da Constituição brasileira que assegura a liberdade de expressão, segundo especialistas em direito constitucional ouvidos pela reportagem.A reportagem, publicada no site da Folha na última sexta (10) e no dia seguinte na versão do jornal em papel, informava sobre a tentativa de um hacker de chantagear a primeira-dama, Marcela Temer.O magistrado alegou que o texto, baseado em dados de um processo judicial que se tornara público, violou a intimidade da primeira-dama.Joaquim Falcão, professor do curso de direito da Fundação Getúlio Vargas do Rio, critica a decisão do juiz: "Trata-se de uma decisão que tem como consequência a dupla censura. Ofende duplamente direitos. O direito da imprensa de informar e o direito do leitor de ser informado".A punição deve ser dirigida ao hacker, não ao jornal, segundo Falcão: "A imprensa não tem qualquer relação com o ato i…