Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 11, 2017

Facções ‘Okaida’ e ‘Estados Unidos’ travam guerra dentro e fora das cadeias na Paraíba

Na Paraíba, uma guerra peculiar inspirada no conflito entre os EUA e os fundamentalistas islâmicos da Al Qaeda é travada diariamente dentro e fora das cadeias. As organizações criminosas que se autointitulam “Estados Unidos” e “Okaida” – forma abrasileirada de dizer Al Qaeda – disputam o comando do narcotráfico no Estado e tensionam o sistema penitenciário.Os dois grupos surgiram nas prisões paraibanas e vivem em confronto. Por isso, quando a série de rebeliões e massacres em prisões do Amazonas, Roraima e na vizinha Rio Grande do Norte foram deflagradas, a Paraíba entrou em estado de alerta.“É um barril de pólvora. É preciso monitorar 24 horas e manejar o banho de sol. Se encontrarem, com certeza tem briga”, afirma o tenente-coronel Carlos Eduardo Santos.Santos é policial militar, ex-diretor de presídio e ex-integrante do serviço de inteligência da secretaria de assuntos penitenciários da Paraíba. É também autor de uma tese de mestrado sobre origem e atuação dos dois grupos que, segu…

Adolescente é morto pelo Exército em bairro da Grande Vitória

Um adolescente de 17 anos foi morto pelo Exército em um bairro da Grande Vitória na madrugada desta sexta-feira (10). As Forças Armadas compõem a força-tarefa federal que está fazendo o pratrulhamento das cidades do Espírito Santo há oito dias, desde que a PM deixou de sair às ruas após mulheres dos policiais bloquearem as saídas dos batalhões.  A morte ocorreu por volta da 1h, na Rua Amélio Barcelos, em São João Batista, em Cariacica. Segundo a família, o rapaz foi baleado a poucos metros de casa.
 A Polícia Civil disse que não dá informação sobre o caso para não atrapalhar as investigações. O Exército afirma que a morte ocorreu durante um confronto, mas a família contesta essa versão.A prima do adolescente, Tatiana da Silva Rodrigues, de 22 anos, disse que o rapaz estava na casa de uma tia perto de onde ele morava. Quando os irmãos dele viram que a Polícia Rodoviária Federal e o Exército estavam no bairro, ligaram e pediram para que ele voltasse para casa. "Ele subiu o morro e,…