Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 13, 2017

Grêmio derrota o Flamengo na Ilha do Urubu e retorna a vice-liderança do Brasileirão

Pela primeira vez o Flamengo foi derrotado na sua nova casa. O Grêmio conseguiu superar o rubro-negro por 1 a 0 na Ilha do Urubu e garante a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Com a derrota, o Flamengo caiu para a quarta colocação.O Flamengo teve muita dificuldade de entrar na área do Grêmio. No primeiro tempo, o rubro-negro pressionou bastante o tricolor gaúcho, porém, as chances de gol surgiam apenas em chutes de média distância, sem muito perigo. O banho de água fria veio aos 25 minutos, quando Luan em bela jogada individual e na falha de Trauco, entrou na área e chutou rasteiro no canto, balançando a rede de Thiago.Com o Grêmio se defendendo muito bem, o técnico Zé Ricardo mexeu cedo no segundo tempo. Tirou Márcio Araújo e colocou o estreante Geuvânio. Em poucos minutos, Geuvânio fez bela jogada na direita e tocou para Leandro Damião fazer o pivô e tocar para Éverton Ribeiro, que chutou fraco para o gol e facilitou a defesa de Léo.Sem poder de reação, Zé Ricardo foi pro tudo…

Sindicalista da cidade de Mari/PB, participa de Ato solidário a Lula e em prol das Diretas, na capital da PB

Revista Páginas - Sindicalista e secretário estadual da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), Assis Firmino, participa nesta noite (13) em João Pessoa, PB, de Ato na sede da entidade em prol das Diretas e em solidariedade ao ex-presidente Lula, condenado pelo Juiz Moro.  Além de Assis Firmino da cidade de Mari, Zona da Mata, trabalhadores rurais e vários outros representantes de todo estado dos 214 Sindicatos filiados à Fetag-PB participam e se solidarizam com o ex-presidente Lula (PT).    Foto: Assis Firmino, veste camisa xadrez na primeira fila, sentado à direita. 



Lula: 'Quem tem o direito de decretar o meu fim é o povo brasileiro'

Revista Páginas - Terminou agora há pouco primeira fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) após sua condenação a nove anos e seis meses de prisão pela Lava Jato. Em decisão do juiz Sergio Moro, Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex de Guarujá (SP).Em sua fala, o ex-presidente disse que a condenação faz parte de plano para impedir uma candidatura sua nos próximos anos. “Se não me condenasse, o golpe não fechava. Como é que ia derrubar um governo, e aí esse mesmo governo ia reunir pessoas para ganhar outra eleição (...) tenho impressão de que querem me tirar do jogo político”, disse.O ex-presidente voltou a destacar tese da falta de provas materiais contra ele no processo. "A única prova que existe nesse processo é a prova da minha inocência (...) Fui vítima de um grupo de pessoas que contou uma primeira mentira, e que vai passar a vida mentindo para justificar aquela primeira medida", disse.Ele anunciou ainda que um gru…

Especialistas ouvidos pelo GLOBO entendem que Lula pode ser candidato até de dentro da prisão

Na sentença desta quarta-feira na qual o juiz Sergio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e meio de prisão, o magistrado também decidiu proibir o petista de ocupar cargos públicos por 19 anos. A punição só terá validade depois que a sentença transitar em julgado, ou seja, após ser analisada por todas as instâncias da Justiça, e a defesa não tiver acesso a mais nenhum recurso, nem no Supremo Tribunal Federal (STF). Antes disso acontecer, o ex-presidente pode ficar inelegível já para as eleições de 2018 com base na Lei da Ficha Limpa, caso o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) confirme a sentença de Moro.— Essa sentença tem dois efeitos distintos do ponto de vista de cargos públicos. O primeira é a proibição como efeito da condenação, um efeito previsto no Código Penal, e que só vale a partir do trânsito em julgado da sentença, o que demora. Uma segunda hipótese, prevista na Lei da Ficha Limpa, é a inelegibilidade por oito anos que passa a valer a …

Filme paraibano 'Ilha' representa o Nordeste na Mostra Sesc de Cinema

O filme "lha”, do paraibano Ismael Moura, vai representar o Nordeste na Mostra Sesc de Cinema, cujo lançamento acontece nesta quinta-feira (13), no Rio de Janeiro. O curta-metragem concorre nas sete categorias da mostra: Desenho de Som, Direção de Arte, Direção de Atores, Montagem, Fotografia, Roteiro e Direção.“Ilha” mostra um homem já de idade avançada, que vive com seu filho autista em um isolamento total. O desconhecimento do problema o faz lidar de uma maneira aparentemente irracional, acorrentando o jovem como forma de proteção.Com o filme, Ismael Moura ganhou as etapas estadual e Nordeste da Mostra Sesc de Cinema. Todos os filmes selecionados para a etapa nacional vão circular o país em mais de 300 espaços de difusão do audiovisual brasileiro que o Sesc mantém em todas as regiões.“Estou muito feliz em representar meu estado em tão importante mostra de cinema e super ansioso pra ver os demais filmes, conhecer as produções que irão percorrer o país”, declarou o diretor de “I…

Sentença contra Lula fere todos os princípios do direito

O jurista Afrânio Silva Jardim, professor de Direito Processual Penal da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), ex-membro do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por 31 anos consecutivos e ininterruptos, e um dos mais respeitados criminalistas do país, sobre a sentença de Moro.Na decisão, Moro afirma que o triplex foi resultado de propina relativa a obras na Petrobras. A construtora pagou cerca de 3% do valor dos contratos e aditivos firmados. O preço do triplex e as reformas nele realizadas, segundo o magistrado, foram abatidas desse montante.Na entrevista, Afrânio fez questão de ressaltar que não leu todo o conteúdo da sentença, mas apontou que a acusação de lavagem de dinheiro, que fundamentou a sentença de Moro, não se sustenta.“Não li toda a sentença, mas o que me causa estranheza é que Moro teria condenado o Lula por lavagem de dinheiro. Dinheiro que não recebeu e que não tem. E não teria ele participado, seja como autor, coautor ou mesmo partícipe, daqueles …