Pular para o conteúdo principal

Réveillon na Europa e nos EUA terá policiamento reforçado

No primeiro réveillon após os atentados de Paris, os departamentos de segurança reforçaram o policiamento e tomaram medidas de precaução para evitar ações terroristas em vários países da Europa e nos Estados Unidos. Queimas de fogos foram suspensas em Paris e Bruxelas. Em Nova York, a festa na Times Square terá 6 mil policiais de prontidão.

França

Em Paris, a queima de fogos na Torre Eiffel foi suspensa, mas a festa na região da Champs-Elysées está mantida sob forte policiamento. Aproximadamente 1,6 mil policiais foram mobilizados, segundo o jornal Le Monde, para acompanhar o festejo que será a primeira grande aglomeração após os atentados de 13 de novembro. O responsável pela polícia, Michel Cadot, sintetizou as preocupações. “O Estado de ameaça terrorista é permanente apesar de não haver um elemento específico relacionado à região parisiense”, declarou ao Le Monde.  

Bélgica

Na Bélgica, os tradicionais fogos de artifício e todos os eventos planejados para a celebração do Ano Novo no centro histórico da capital belga foram suspensos. A decisão foi tomada pela Prefeitura depois de as forças de segurança terem detido na terça-feira dois homens que estariam planejando atentados a "vários locais emblemáticos" da cidade durante as celebrações de fim de ano.

Áustria

Na Áustria, as autoridades mantiveram os tradicionais festejos em Viena, que começam no meio da tarde em vários postos de rua, mas a polícia estabeleceu medidas adicionais de segurança para as celebrações, que reúnem dezenas de milhares de pessoas. O policiamento foi reforçado e cerca de 500 policiais vigiarão os tradicionais pontos de celebração do Ano Novo, de acordo com a agência Efe. As inspeções em malas e bagagens foram intensificadas.   

Turquia

A Turquia também está em alerta depois que dois suspeitos de pertencerem ao Estado Islâmico e organizarem atentados suicidas para o fim de ano em Ancara terem sido presos na quarta-feira. Eles planejavam atacar um centro comercial e a praça Kizilay, tradicional ponto de comemoração do Ano Novo.

Estados Unidos

Os Estados Unidos receberam ameaças de ataques terroristas em Nova York, Los Angeles e Washington entre Natal e Ano Novo. Embora os locais exatos não tenham sido divulgados, as autoridades estão atentas para garantir a segurança principalmente no transporte público e nos aglomerações ao ar livre. Por isso, 6 mil policiais estarão de prontidão na Times Square, onde Jessie J, Carrie Underwood, Demi Lovato, Luke Bryan, entre outros, irão se apresentar, segundo a agência Efe.

De acordo com a CNN, a polícia também irá recorrer às câmeras de segurança moveis e detectores de radiação. Atiradores de elite também ficarão armados no alto dos prédios.

Da Redação
Via: Folha Sertão

As Mais Visitadas

Prefeitos baianos do PMDB, DEM e outras siglas fazem fila de quase uma hora para tirar selfies com Lula

Ontem (19) pela manhã, o petista participou de um evento com mais de 60 prefeitos de cidades do interior baiano. Na plateia havia políticos de partidos como PMDB e DEM, que apoiaram o Senado investigasse a ex-presidente Dilma Rousseff e integram a base do governo Michel Temer. Quem via de longe pensava que as filas próximas ao palco para tirar uma selfie com Lula era da comunidade local, mas eram compostas na realidade por gestores das mais variadas correntes.Apesar das críticas de Lula ao atual presidente Michel Temer, os prefeitos formaram uma fila de quase uma hora para tirar fotos com o petista. Um prefeito do PMDB que pediu para não ter o nome divulgado explicou tanta admiração. Segundo ele, Lula é muito admirado no Nordeste e pode ser um grande cabo eleitoral para 2018.Lula usou um palavrão para criticar a situação econômica do País. "Este País é grande demais. Este País não nasceu para ser a m. que é", disse o ex-presidente que logo em seguida tentou se desculpar. &qu…

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Em legenda de transmissão ao vivo, Câmara Municipal de Sapé/PB comete erro de português e internautas não perdoam

Um erro de português na legenda de uma transmissão ao vivo da Câmara Municipal de Sapé deu o que falar nas redes sociais.Ao anunciar a realização da sessão itinerante que estava acontecendo no distrito de Inhauá, o responsável pela atualização das redes sociais cometeu uma gafe, trocando a palavra ‘itinerante’ que significa aquilo que se movimenta de um local para outro, exercendo algum tipo de função, trabalho, ofício, por ‘intolerante’, que corresponde a quem não aceita uma opinião contrária à sua.Rapidamente o erro foi percebido pelos internautas que nos comentários da publicação informavam sobre o equívoco.Em um aplicativo de mensagem foi grande a repercussão sobre a gafe da Câmara, em um dos áudios, um morador de Sapé chega a dizer que a palavra intolerante veio bem a calhar com a maneira de gerir do presidente da Casa, Johni Rocha (PSDB). Informações do Blog do Ninja