Pular para o conteúdo principal

'Me sinto indignado com o que estão fazendo com o país', diz Lula no Rio


Ex-presidente reuniu-se nesta quinta-feira com o governador Pezão. Para Lula, o processo de impeachment de Dilma é uma 'insanidade'.

 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu, na tarde desta quinta-feira (1º), com o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão no Palácio Guanabara, em Larajeiras, na Zona Sul do Rio. Ao final do encontro a portas fechadas, Lula e Pezão conversaram com a imprensa e o ex-presidente comentou a decisão do presidente da Câmara do Deputados, Eduardo Cunha, nesta quarta-feira (2), de autorizar a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff:

"Me sinto indignado com que estao fazendo com o país. Cunha só está pensando nele. Não pensa no país, na economia. O Brasil não merece isso. É uma insanidade", disse o ex-presidente.

"Não se pode permitir que essa loucura que o Eduardo Cunha fez demore muito. Tem que resolver logo", acrescentou.

Lula disse ainda que espera que Pezão ajude a evitar o impeachment, liderando uma aliança com outros governadores. Perguntado sobre novas reuniões com governadores o ex-presidente Lula disse "vamos ver".

Lula também recabateu a declaração de Cunha, na qual ele afirmou que a presidente "mentiu à nação quando disse que não faria barganha" sobre o processo contra ele no Conselho de Ética. De acordo com ele, Dilma chamou o deputado André Moura (PSC-SE), um dos aliados do presidente da Câmara, para propor que, em troca da aprovação da CPMF, o PT votasse a favor de Cunha no Conselho de Ética:

"Eu conheço a Dilma e acho muito difícil que ela faça barganha", afirmou Lula.

O governador Pezão disse que era um prazer receber o ex-presidente no Palácio. Disse ainda que era sempre bom ouvir a experiência: "Tivemos grandes experiências no seu mandato e torcemos para que esse país retome o seu crescimento, volte e gere emprego".

Da Redação
Via: G1

 

As Mais Visitadas

Prefeitos baianos do PMDB, DEM e outras siglas fazem fila de quase uma hora para tirar selfies com Lula

Ontem (19) pela manhã, o petista participou de um evento com mais de 60 prefeitos de cidades do interior baiano. Na plateia havia políticos de partidos como PMDB e DEM, que apoiaram o Senado investigasse a ex-presidente Dilma Rousseff e integram a base do governo Michel Temer. Quem via de longe pensava que as filas próximas ao palco para tirar uma selfie com Lula era da comunidade local, mas eram compostas na realidade por gestores das mais variadas correntes.Apesar das críticas de Lula ao atual presidente Michel Temer, os prefeitos formaram uma fila de quase uma hora para tirar fotos com o petista. Um prefeito do PMDB que pediu para não ter o nome divulgado explicou tanta admiração. Segundo ele, Lula é muito admirado no Nordeste e pode ser um grande cabo eleitoral para 2018.Lula usou um palavrão para criticar a situação econômica do País. "Este País é grande demais. Este País não nasceu para ser a m. que é", disse o ex-presidente que logo em seguida tentou se desculpar. &qu…

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Fla encaminha empréstimo do atacante paraibano Thiago Santos para o futebol da Índia

Revista Páginas - Segundo a Coluna do Flamengo, site que trata só de assuntos do rubro-negro carioca, o jogador Thiago Santos, natural da cidade de Mari, na Paraíba, será emprestado ao Mumbai City, da índia. O jovem atleta irá assinar contrato de sete meses com o clube indiano.O time é o mesmo do uruguaio Diego Forlán, craque da Copa de 2010. Cafú, também cria do Flamengo como Thiago Santos, atuou pelo clube em 2016.O paraibano Thiago Santos subiu aos profissionais do Flamengo no começo de 2016, mas nunca teve muitas oportunidades. Neste ano, o atacante teve uma série lesão do joelho antes do começo da temporada e ainda não entrou em campo.O jogador de 22 anos tem sete jogos e um gol pelos profissionais do clube.