Pular para o conteúdo principal

Comércio no Centro de João Pessoa enterra empregos em 'cemitério de lojas fechadas'


Jornalista e comerciante registra indignação com crise econômica e ganha repercussão nas redes sociais; Caged confirma desemprego recorde em fevereiro em todo o estado
Economia | Em 24/03/16 às 07h16, atualizado em 24/03/16 às 07h28 | Por Hermes de Luna
ImprimirEnviar notícia
Reprodução/Facebook/Chico Pinto Neto
Empresários desistem de negócios em JP
Empresários desistem de negócios em JP
A crise econômica afetou de vez o comércio de João Pessoa. Grandes redes de lojas fecharam filiais e pequenos negócios não se sustentaram e também encerraram atividades. Segundo a Confederação Nacional do Comércio, 294 lojas fecharam em João Pessoa. O jornalista Chico Pinto, que também é empresário no ramo de colchões, publicou numa rede social sua indignação. A postagem, onde ele cita que o Centro está virando "um cemitério de lojas fechadas", recebeu 172 curtidas, 69 comentários e 2,3 mil compartilhamentos.

Ele fez um registro fotográfico de 13 lojas, de pequeno, médio e grande porte, que cerraram as portas. "Este registro foi captado apenas no quadrante entre o Shopping Tambiá e a avenida Padre Meira, no Centro da cidade", alertou.

O jornalista chamou a atenção de que as lojas tradicionais fechadas eram responsáveis por centenas de empregos. "Elas se vêem obrigadas à cerrar suas portas, em face da insensatez e irresponsabilidade daqueles que deveriam gerir com parcimônia e honestidade nossa economia", afirmou. "A tão falada imprensa 'golpista', criticada por divulgar o descompasso deste governo, precisa prestar atenção neste fato, sob pena de omissão", arrematou.
O presidente do Clube dos Diretores Lojistas, Eronaldo Maia, explicou que a crise foi a grande responsável por esses fechamentos. "Sem vender, não tem como pagar funcionário e cobrir despesas. No caso das filiais das grandes redes, houve fusão de lojas. Onde existiam duas ou três filiais, ficará apenas uma. Só foram aproveitados os melhores funcionários", afirmou.

A Paraíba perdeu 6.672 empregos no mês de fevereiro, uma queda de 1,61% com relação a janeiro deste ano. É o maior índice de desempregados para o mês desde fevereiro de 2008, quando 6.060 pessoas haviam sido demitidas.

Os dados foram divulgados nessa terça-feira (22) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. Os principais setores de atividade responsáveis pelos números negativos foram a Indústria de Transformação (-3.282 postos) e a Agropecuária (-1.886 postos).

De acordo com o Caged, nos últimos 12 meses, a Paraíba teve queda de 4,73% no nível de emprego, o que representa perda de 20.210 postos de trabalho.

Ainda segundo os dados do Caged, o único mês de fevereiro em que se viu um saldo positivo de empregos foi em 2014, quando foram gerados 1.385 postos de trabalho. Fora esse período, o saldo tem sido somente negativo desde 2003.

Da Redação
Via: Portal Correio

As Mais Visitadas

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Ex-atriz da globo deixa vergonha de lado e fica completamente nua ao trocar biquíni em praia

Segundo fotógrafo que fez os cliques, Clariane Caxito estava posando para um catálogo de moda praia, por isso a desinibida troca de roupaClariane Caxito, atriz que participou do "Zorra Total" antes do programa ser reformulado, foi flagrada em poses bem indiscretas neste domingo, 22. Ela foi vista na praia do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enquanto trocava de biquíni.Isso mesmo que você leu. Sem a menor cerimônia, a morena ficou com os seios à mostra no momento de mudar o sutiã e depois também trocou a calcinha, deixando absolutamente tudo de fora!Segundo o fotógrafo que fez os cliques, Clariane estava acompanhada por uma equipe de profissionais, enquanto posava para um catálogo de moda praia, por isso a troca de biquíni. Nas imagens, no entanto, nenhum sinal de outra pessoa, a não ser a "peladona da praia".Após a troca de biquíni, a morena foi se refrescar no mar e, antes de entrar na água, deu uma empinada estratégica no bumbum. EGO

Adolescente de 14 anos é morta por ex-namorado após ‘ficar’ com outro rapaz em festa na PB

Uma adolescente de 14 anos foi assassinada com dois tiros na madrugada deste domingo (6) em São Sebastião de Lagoa de Roça (Agreste do estado, a 107 km de João Pessoa). O principal suspeito do crime é o ex-namorado da vítima.De acordo com o delegado Ramirez São Pedro, do Núcleo de Homicídios de Queimadas, o crime aconteceu horas após o suspeito ter visto a garota com outro rapaz em uma festa em um sítio da região. Ela havia terminado o namoro com ele há quatro meses e, desde então, recebia muitas ameaças.“Eles namoraram por dois meses e há quatro estavam separados, mas o suspeito não aceitava a situação e ameaçava muito a menina. Na noite de ontem [5], ele viu ela ‘ficando’ com outro rapaz em uma festa e novamente a ameaçou, dizendo que daquela noite ela não passava. A vítima relatou a ameaça a policiais militares que estavam na festa, mas o suspeito já tinha ido embora”, disse o delegado.Depois da festa, a garota foi dormir na casa de uma amiga. Por volta das 4h, o suspeito chegou lá…