Pular para o conteúdo principal

Com ego ferido, delegado da Lava Jato admite: não temos provas contra Lula

Coordenador da Operação Lava Jato na Polícia Federal, o delegado Maurício Moscardi Grillo afirma em entrevista a VEJA que houve um tempo em que os investigadores tinham provas, áudios e indícios que poderiam caracterizar tentativa de obstrução da Justiça por parte do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas que, hoje, “os elementos que justificariam um pedido de prisão preventiva não são tão evidentes”. Ele diz também que foi um erro ter levado o petista para depor no Aeroporto de Congonhas porque acabou permitindo a ele passar uma imagem de vítima. O delegado afirma que a PF ainda não digeriu bem o fato de a corporação ter ficado fora da delação da Odebrecht e que “há uma personificação da parte de alguns procuradores como heróis na força-tarefa”. E faz um alerta: mudanças no comando da PF, como cogita o ministro Alexandre de Moraes (Justiça), podem comprometer o andamento da Lava Jato.

Vamos destacar alguns trechos da entrevista do delegado que coordena a Lava Jato na PF.

“os elementos que justificariam um pedido de prisão preventiva não são tão evidentes”

A frase aí de cima é uma repetição do refrão de maior sucesso do power point lavajatense: temos convicção mas não temos provas. O delegado, ao dizer que os elementos que “justificariam a prisão preventiva não são tão evidentes”, consolida a acusação de que Dallagnol e coleguinhas de powerpoint prevaricaram severamente ao montarem aquele circo todo para acusar Lula de “comandante máximo”. Tem de ser responsabilizados e punidos por esse crime.

Ele diz também que foi um erro ter levado o petista para depor no Aeroporto de Congonhas porque acabou permitindo a ele passar uma imagem de vítima.

Lula passou imagem de “vítima”, porque efetivamente foi vítima. E não foi um “erro”. Foi mais um crime de Sergio Moro e da Lava Jato, pelo qual um dia terão de pagar, e caro. A condução coercitiva de Lula foi um dos capítulos do golpe.

Não vou comentar o resto, que é uma xaropada que mostra o nível de irresponsabilidade que se tornou a Lava Jato. A economia brasileira continua sendo devastada por suas consequências, e seus responsáveis, um bando de mandarins do serviço público, manipulados pela Globo,  estão se engalfinhando numa guerrinha de egos.

Moscardi, é bom lembrar, é um dos delegados que tentou censurar o blogueiro Marcelo Auler, impedindo-o de publicar denúncias contra a operação.

Repórter Carlos Vicente

As Mais Visitadas

Prefeitos baianos do PMDB, DEM e outras siglas fazem fila de quase uma hora para tirar selfies com Lula

Ontem (19) pela manhã, o petista participou de um evento com mais de 60 prefeitos de cidades do interior baiano. Na plateia havia políticos de partidos como PMDB e DEM, que apoiaram o Senado investigasse a ex-presidente Dilma Rousseff e integram a base do governo Michel Temer. Quem via de longe pensava que as filas próximas ao palco para tirar uma selfie com Lula era da comunidade local, mas eram compostas na realidade por gestores das mais variadas correntes.Apesar das críticas de Lula ao atual presidente Michel Temer, os prefeitos formaram uma fila de quase uma hora para tirar fotos com o petista. Um prefeito do PMDB que pediu para não ter o nome divulgado explicou tanta admiração. Segundo ele, Lula é muito admirado no Nordeste e pode ser um grande cabo eleitoral para 2018.Lula usou um palavrão para criticar a situação econômica do País. "Este País é grande demais. Este País não nasceu para ser a m. que é", disse o ex-presidente que logo em seguida tentou se desculpar. &qu…

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

FOTOS: Almoço pronto no acampamento do MST em Jandaira/BA a espera de Lula

Tudo pronto para o almoço deste domingo (20) com o ex-presidente Lula, no Acampamento Valdir Macedo do MST em Jandaira (BA). Fotos: Mídia Ninja