Pular para o conteúdo principal

Doria anuncia política de tolerância zero contra pichadores

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou uma política de tolerância zero contra pichadores.

Na segunda-feira 16, ele parabenizou, pelo Twitter, a equipe da Guarda Civil Municipal "pela prisão dos pichadores que degradaram nosso patrimônio público". "Tolerância zero com vandalismo!", pregou o tucano.

Em 16 dias de governo, Doria já mandou prender e indiciar 28 pichadores.

"Se tornem artistas e terão o apoio da Prefeitura para a arte urbana, através da Secretaria de Cultura, onde estas pessoas vão receber orientação, apoio, material, recursos pra que se tornem artistas, grafiteiros ou muralistas. Se quiserem continuar disputando com a Prefeitura, serão perdedores", declarou ele nesta segunda.

Brasil 247

As Mais Visitadas

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Parte da História da Cidade de Mari Paraíba-PB

Em 1873, com a passagem da Estrada de Ferro - CWRB (hoje Rede Ferroviária do Nordeste) na região onde se situa o município, foi construída uma Estação Ferroviária, hoje (Rádio Araçá), iniciando-se o povoamento do lugar que recebeu o nome de Araçá, fruto existente em grande quantidade na região.Em 1900, construiu-se a Capela, hoje (Paróquia do Sagrado Coração de Jesus) que atraiu novos moradores. Foi aberta, então, a primeira rua, a rua do comércio, progredindo o povoado, que alcançou a categoria de Vila, em 1938.Em 1946, as famílias de Manoel de Paula Magalhães e de José Leão de Oliveira, procedentes de Alagoas, implantaram e desenvolveram a cultura do fumo, antes uma das maiores riquesas do município.Em 1953, a Capela foi elevado à Paróquia, tendo como primeiro vigário o padre João de Noronha.Sua formação administrativa: Distrito criado com a denominação de Araçá, por ato municipal anterior a 02-03-1938 e em virtude do Distrito no parágrafo único do artigo 10 da Lei Estadual N° 424, …