Pular para o conteúdo principal

Secretário assume protagonismo na gestão de Antônio Gomes em Marí/PB

Revista Páginas - A dobradinha formada entre o prefeito de Marí/PB Antônio Gomes e o seu secretário de Ação Social, Severino Ramo, começa a surpreender até o mais pessimista mariense.

Mesmo não estando à frente oficialmente da secretaria de agricultura do município, Severino Ramo protagonizou hoje (21) na feira livre a realização de uma feira Agroecológica. Os agricultores que trabalham com produtos agroecológicos, ganharam um espaço específico para comercializar sua produção no município. No meio de semana o secretário intermediou uma conversa entre o Movimento dos Trabalhadores Sem Terras (MST) e Sem Tetos com o prefeito Antônio Gomes, naturalmente pacificando o diálogo. 

Em entrevista nesta manhã(21) ao programa radiofônico Notícias e Debate da emissora comunitária Araçá FM, Ramo, disse ter autonomia na sua secretaria e que ao lado do prefeito irá realizar um trabalho social eficiente, esta resposta foi uma alusão à indagação do âncora do programa, Paulo Sérgio, que perguntou se o mesmo seria um secretário de fachada. 

Participando da mesma entrevista, o prefeito Antônio Gomes, avaliou os seus primeiros dias de gestão e foi enfático " Na minha gestão vou priorizar o povo, e deixar a classe política para depois" para em seguida rasgar elogios ao seu secretário "Meu amigo Ramo tem grande experiência em projetos, com certeza irá contribuir muito na minha gestão", afirmou Gomes.

A badalada entrevista bem conduzida por Paulo Sérgio, teve a participação do povo, dentre os participantes o ex-diretor de cultura Assis Firmino, que elogiou os primeiros passos da gestão de Gomes e a idealização de Ramo a realização da feira Agroecológica.

Hoje será realizada no município a primeira noite da tradicional Festa de São Sebastião co-padroeiro.

As Mais Visitadas

Parte da História da Cidade de Mari Paraíba-PB

Em 1873, com a passagem da Estrada de Ferro - CWRB (hoje Rede Ferroviária do Nordeste) na região onde se situa o município, foi construída uma Estação Ferroviária, hoje (Rádio Araçá), iniciando-se o povoamento do lugar que recebeu o nome de Araçá, fruto existente em grande quantidade na região.Em 1900, construiu-se a Capela, hoje (Paróquia do Sagrado Coração de Jesus) que atraiu novos moradores. Foi aberta, então, a primeira rua, a rua do comércio, progredindo o povoado, que alcançou a categoria de Vila, em 1938.Em 1946, as famílias de Manoel de Paula Magalhães e de José Leão de Oliveira, procedentes de Alagoas, implantaram e desenvolveram a cultura do fumo, antes uma das maiores riquesas do município.Em 1953, a Capela foi elevado à Paróquia, tendo como primeiro vigário o padre João de Noronha.Sua formação administrativa: Distrito criado com a denominação de Araçá, por ato municipal anterior a 02-03-1938 e em virtude do Distrito no parágrafo único do artigo 10 da Lei Estadual N° 424, …

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Mari - Imagem traduz a letra de Maria Anuciada Dias/União e Trabalho

Esta imagem que tem a igreja de fundo traduz a letra de Maria Anuciada Dias, da primeira parte do hino da cidade de Mari PB.
Hino:
                               IMinha terra hospitaleira tem um lindo céu de anil campos vastos e verdejantes
Sol e luar primaveris é Mari, cidade amada que guardo no coração és por Deus abençoada pedaço do meu Brasil
Oh!  Mari terra adorada
Eu te tenho grande amor
És cidade do trabalho
Terra do agricultor
O teu povo Bravo e forte tem por ti veneração segue o lema da tua bandeira
União e Trabalho Hino de Mari/PB
Letra e música: Maria Anuciada Dias
Criado em: 22/08/1989FOTO: via Facebook