Pular para o conteúdo principal

Bom domingo para os paraibanos no Nordestão, Fla e Vasco ao extremo, e o mito Rogério Ceni decepcionando

A Palhinha do Fera

Um bom domingo para o futebol paraibano na Copa do Nordeste.

A Raposa, venceu fora de casa, mostrou sua tradição na competição regional e, parece que ganhou fôlego para os demais campeonatos. Sem um time brilhante o Campinense, se agigantou frente a frágil equipe do Uniclinic do Ceará vencendo por 1 tempo a 0. Será que à  Raposa irá com o mesmo espírito a campo na quarta-feira contra a Ponte Preta, no Amigão,  jogo válido pela Copa do Brasil? Lembrando que o Rubro-Negro precisa vencer pra se classificar.

O Belo teve uma tarde genial, venceu a forte equipe do Vitória da Bahia, no estádio Almeidão, mostrando o seu melhor futebol neste ano. Com o ataque inspirado, o Botafogo/PB cravou um 4 X 2 inesquecível. Tomara que o Belo mantenha a regularidade nas outras competições.

Vasco da Gama

O gigante da Colina, sem padrão tático nenhum venceu nesta tarde de domingo a organizada equipe do Resende por 2 X 1 com destaque para boa atuação do atacante Thalles, que marcou um dos gols. Mas é bom o gigante abrir o alerta, pois este time não dá caldo. Campeonato  Brasileiro vem aí!

Flamengo

Mesmo não enfrentando equipes de expressão ainda, o Flamengo é de início a equipe mais organizada do momento no Brasil. Fruto da regularidade do ano passado e das contratações pontuais. Mas não vamos exaltar.

Rogério Ceni

Não vamos criticar o mito, mas sejamos coerente, futebol não pode ser trampolim para agradar alguém, mexe com emoções e, talvez o São Paulo tenha se precipitado com a contratação do mito para treinar a equipe. Isso já começa a ser desenhado com a derrota por 4 X 2 para o Audax no Campeonato Paulista.

Diego O Fera

As Mais Visitadas

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Parte da História da Cidade de Mari Paraíba-PB

Em 1873, com a passagem da Estrada de Ferro - CWRB (hoje Rede Ferroviária do Nordeste) na região onde se situa o município, foi construída uma Estação Ferroviária, hoje (Rádio Araçá), iniciando-se o povoamento do lugar que recebeu o nome de Araçá, fruto existente em grande quantidade na região.Em 1900, construiu-se a Capela, hoje (Paróquia do Sagrado Coração de Jesus) que atraiu novos moradores. Foi aberta, então, a primeira rua, a rua do comércio, progredindo o povoado, que alcançou a categoria de Vila, em 1938.Em 1946, as famílias de Manoel de Paula Magalhães e de José Leão de Oliveira, procedentes de Alagoas, implantaram e desenvolveram a cultura do fumo, antes uma das maiores riquesas do município.Em 1953, a Capela foi elevado à Paróquia, tendo como primeiro vigário o padre João de Noronha.Sua formação administrativa: Distrito criado com a denominação de Araçá, por ato municipal anterior a 02-03-1938 e em virtude do Distrito no parágrafo único do artigo 10 da Lei Estadual N° 424, …

Mari - Imagem traduz a letra de Maria Anuciada Dias/União e Trabalho

Esta imagem que tem a igreja de fundo traduz a letra de Maria Anuciada Dias, da primeira parte do hino da cidade de Mari PB.
Hino:
                               IMinha terra hospitaleira tem um lindo céu de anil campos vastos e verdejantes
Sol e luar primaveris é Mari, cidade amada que guardo no coração és por Deus abençoada pedaço do meu Brasil
Oh!  Mari terra adorada
Eu te tenho grande amor
És cidade do trabalho
Terra do agricultor
O teu povo Bravo e forte tem por ti veneração segue o lema da tua bandeira
União e Trabalho Hino de Mari/PB
Letra e música: Maria Anuciada Dias
Criado em: 22/08/1989FOTO: via Facebook