Pular para o conteúdo principal

João Pessoa é a quarta capital onde mais se usa internet para automedicação, diz pesquisa

No ranking de capitais, Vitória e Salvador dividiram o segundo lugar, com 59%. Em terceiro, ficou Natal, com 55% dos entrevistados e em quarto João Pessoa, com 53%. Ao todo, foram entrevistadas 2.340 pessoas em 16 capitais.

A dor de cabeça é o sintoma mais procurador na internet, segundo o pesquisador e farmacêutico Ismael Rosa. "Se você digitar cefaleia [dor de cabeça], vai aparecer um monte de resultado. Mas a pessoa comum não tem capacidade técnica para interpretar aquela informação da melhor forma."

"O grande perigo é achar que o problema é gigantesco quando ele é simples ou achar que é insignificante quando o sintoma é grave. Em alguns casos, há até risco de morte."

Segundo a pesquisa, 40% das pessoas que se automedicam também buscam diagnósticos online. Entre os motivos alegados para a consulta informal está a precariedade do sistema público de saúde. Somando os resultados de todas as capitais, 41% dos entrevistados disseram que "os prontos-socorros estão superlotados".

Entre os entrevistados, 18% não consideram a avaliação médica importante para o diagnóstico dos sintomas. O preço elevado das consultas médicas foi apontado por 17% como empecilho para avaliação por profissionais. Outros 9% disseram que as "buscas pela internet são mais eficientes" e 7% disseram que os médicos, em geral, são "inacessíveis".

De acordo com Rosa, o questionário foi aplicado pessoalmente a 80% dos entrevistados. Os demais responderam pelo telefone. Segundo ele, as perguntas referiam-se à internet de modo genérico e não a plataformas específicas.

Riscos da automedicação

De acordo com o clínico geral Marcos Pontes, um dos maiores riscos da automedicação é a combinação simultânea de medicamentos, para a qual "as pessoas não dão muita importância". Segundo Pontes, a ingestão de qualquer tipo de remédio - até para dor de cabeça e queimação no estômago - deve passar por recomendação médica.

"Aquela dor de cabeça pode ser o sintoma inicial de AVC ou aneurisma cerebral."

Outro perigo apontado por ele é o risco de intoxicação, que pode sobrecarregar algum órgão ou sistema. "Tomar anti-inflamatório se você tiver uma lesão renal crônica pode ter levar a desenvolver uma insuficiência renal".

A resistência bacteriana também é resultado de automedicação e acompanhamento médico inadequado. "Tomar antibiótico sem receita, porque aqui no Brasil consegue-se isso, pode gerar resistência bacteriana para aquele tipo de infecção que se deseja combater e, a longo prazo, impulsionar a formação de superbactérias."

Sobre o instituto

O Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ) é uma entidade de iniciativa privada, fundada em dezembro de 2008, com atuação em 16 cidades nas áreas de pesquisa e pós-graduação para profissionais do mercado farmacêutico.

Bem Estar

As Mais Visitadas

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Ex-atriz da globo deixa vergonha de lado e fica completamente nua ao trocar biquíni em praia

Segundo fotógrafo que fez os cliques, Clariane Caxito estava posando para um catálogo de moda praia, por isso a desinibida troca de roupaClariane Caxito, atriz que participou do "Zorra Total" antes do programa ser reformulado, foi flagrada em poses bem indiscretas neste domingo, 22. Ela foi vista na praia do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enquanto trocava de biquíni.Isso mesmo que você leu. Sem a menor cerimônia, a morena ficou com os seios à mostra no momento de mudar o sutiã e depois também trocou a calcinha, deixando absolutamente tudo de fora!Segundo o fotógrafo que fez os cliques, Clariane estava acompanhada por uma equipe de profissionais, enquanto posava para um catálogo de moda praia, por isso a troca de biquíni. Nas imagens, no entanto, nenhum sinal de outra pessoa, a não ser a "peladona da praia".Após a troca de biquíni, a morena foi se refrescar no mar e, antes de entrar na água, deu uma empinada estratégica no bumbum. EGO

Adolescente de 14 anos é morta por ex-namorado após ‘ficar’ com outro rapaz em festa na PB

Uma adolescente de 14 anos foi assassinada com dois tiros na madrugada deste domingo (6) em São Sebastião de Lagoa de Roça (Agreste do estado, a 107 km de João Pessoa). O principal suspeito do crime é o ex-namorado da vítima.De acordo com o delegado Ramirez São Pedro, do Núcleo de Homicídios de Queimadas, o crime aconteceu horas após o suspeito ter visto a garota com outro rapaz em uma festa em um sítio da região. Ela havia terminado o namoro com ele há quatro meses e, desde então, recebia muitas ameaças.“Eles namoraram por dois meses e há quatro estavam separados, mas o suspeito não aceitava a situação e ameaçava muito a menina. Na noite de ontem [5], ele viu ela ‘ficando’ com outro rapaz em uma festa e novamente a ameaçou, dizendo que daquela noite ela não passava. A vítima relatou a ameaça a policiais militares que estavam na festa, mas o suspeito já tinha ido embora”, disse o delegado.Depois da festa, a garota foi dormir na casa de uma amiga. Por volta das 4h, o suspeito chegou lá…