Pular para o conteúdo principal

Aeroporto de João Pessoa tem prejuízo de R$ 20,8 milhões em 2016, diz Infraero

O Aeroporto Internacional Castro Pinto, localizado na Grande João Pessoa, registrou um prejuízo de R$ 20,8 milhões em 2016, conforme dados divulgados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). O prejuízo registrado no ano passado foi superior ao de 2015, quando o principal aeroporto da Paraíba fechou as contas no vermelho, com um prejuízo de R$ 15,9 milhões.

Ainda de acordo com a Infraero, o prejuízo no aeroporto da Região Metropolitana de João Pessoa em 2016 foi registrado antes dos investimentos feitos pela empresa nos aeroportos públicos brasileiros. O prejuízo nas contas do Castro Pinto reforça a intenção do Infraero de conceder para a iniciativa privada pelo menos as operações de transporte de cargas.

Para o portal G1, a assessoria da Infraero informou que "a concessão do terminal de logística de cargas do Aeroporto de João Pessoa está sendo analisada" e que não "há previsão para o edital ser publicado" para as empresas interessadas em assumir a gestão do Terminal de Logística de Carga (Teca).

No início do mês, a Infraero participou da Intermodal South America 2017 e apresentou projetos de concessão de 11 aeroportos, incluindo o aeroporto Castro Pinto, para representantes da iniciativa privada. Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba, Francisco de Assis Benevides Gadelha, conhecido como Buega Gadelha, a concessão pode ajudar na desoneração das importações na Paraíba.

"Eu acho que o Estado não deve estar cuidando de coisas miúdas. Estado tem que se preocurar com educação, saúde, segurança. Eu acredito que, caso seja concretizada a concessão, a tendência é que as importações, e também as exportações, sejam facilitadas na Paraíba. Estamos vendo nos exemplos dos aeroportos que foram privatizados que o serviços melhorou", explicou Gadelha.

Em 2016, o Teca de João Pessoa importou cerca de 32,6 toneladas e não registrou exportações. Ainda de acordo com a Infraero, a intenção da empresa é abrir a concessão apenas do terminal de cargas, deixando a administração aeroportuária, responsável pela cobrança das taxas de embarque e desembarque, por exemplo, sob a gestão pública.

G1

Comentários

As Mais Visitadas

Ex-atriz da globo deixa vergonha de lado e fica completamente nua ao trocar biquíni em praia

Segundo fotógrafo que fez os cliques, Clariane Caxito estava posando para um catálogo de moda praia, por isso a desinibida troca de roupaClariane Caxito, atriz que participou do "Zorra Total" antes do programa ser reformulado, foi flagrada em poses bem indiscretas neste domingo, 22. Ela foi vista na praia do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enquanto trocava de biquíni.Isso mesmo que você leu. Sem a menor cerimônia, a morena ficou com os seios à mostra no momento de mudar o sutiã e depois também trocou a calcinha, deixando absolutamente tudo de fora!Segundo o fotógrafo que fez os cliques, Clariane estava acompanhada por uma equipe de profissionais, enquanto posava para um catálogo de moda praia, por isso a troca de biquíni. Nas imagens, no entanto, nenhum sinal de outra pessoa, a não ser a "peladona da praia".Após a troca de biquíni, a morena foi se refrescar no mar e, antes de entrar na água, deu uma empinada estratégica no bumbum. EGO

O dia em que amizades superaram as rivalidades em Mari/PB - Aldoberg Silva

O dia de ontem (27) no pequeno município de Mari, localizado na Zona da Mata da Paraíba, surpreendeu... Foi mais um domingo normal como de costume onde as famílias e os amigos se encontraram e se confraternizaram na pequena cidade do interior. Porém um evento realizado pelo ex-vice-prefeito Jobson Ferreira, se destacou; na imprensa, na opinião política, e nas palavras desta humilde coluna. O batizado do filho do casal Jobson e Valeska - vereadora do município de Mari,  seguido de uma  confraternização em sua residência, acabou reunindo e ligando vários extremos. Por lá, estiveram o deputado federal Rômulo Gouveia (PSD), vereadores de oposição e a vice-prefeita Karina Melo. Além de outras lideranças políticas do município e, claro, bastante amigos da família. Seguindo à regra, a imprensa noticiou, mostrou e analisou. Olhando o lado político da 'coisa' ignorando a essência. A realização do evento de caráter privado foi visto por alguns, como ato político. Uma estratégia para apr…

Mari/PB: em construção há quase 2 anos Mini - Hospital pode ser entregue ainda em 2016

Há quase 2 anos em fase de construção o Mini - Hospital, principal obra da gestão do atual prefeito de Mari na Paraíba, poderá ser entregue ainda em 2016. Na (foto) fica notório que a construção do hospital ainda está na fase estrutural. O Mini - Hospital terá 15 leitos, divididos em cinco para o atendimento masculino, cinco para o feminino e cinco para o infantil. O Prefeito Marcos Martins confirmou no programa institucional da prefeitura na rádio Araçá FM, a liberação de mais uma parcela de recursos (83 mil) para as obras do Hospital de Pequeno Porte, que em breve será entregue a população Mariense. Para o prefeito o hospital estará quando concluso proporcionando mais conforto e bem estar no atendimento médico, cada vez mais humanizado, que é  realizado através da Secretaria de Saúde de Mari.Lembrando que o atendimento a população atualmente é feito na Policlínica Municipal. Os casos mais graves são transferidos para cidades como Sapé, Guarabira e João Pessoa. Certamente se o Hospit…