Pular para o conteúdo principal

Aos 93 anos, operário aposentado conclui curso de direito na Paraíba

Aos 93 anos aposentado Djalma Araújo concluiu neste mês de abril, de forma honorária, o curso de direito no campus III da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Guarabira, no Brejo paraibano. Ele apresentou o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) no dia 10 e vai receber uma homenagem na colação de grau da turma, que acontece no dia 31 de maio. A UEPB também vai conceder a ele o título de aluno honorário da instituição.
A história de Djalma é mesmo longa. Ele nasceu em Campina Grande no dia 14 de fevereiro de 1924. Depois de se alfabetizar, ele deixou a Paraíba aos 23 anos e foi morar no Rio de Janeiro, onde trabalhou durante 38 anos como operário em uma fábrica de elevadores. Em 1993, ele voltou a Paraíba e decidiu ir morar na cidade de Guarabira, no Brejo paraibano, onde mora a família da esposa dele, com quem é casado há 32 anos. Djalma tem seis filhos.

Já aposentado ele concluiu o ensino fundamental e depois o ensino médio. Aos 88 anos, decidiu entrar no curso de direito na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), quando procurou a coordenação do campus e começou a frequentar as aulas como aluno especial. Ele começou o curso em 2012.

“Eu decidi sozinho tentar. Não foi ninguém da família que estimulou. Então fui me informar na coordenação do curso. O professor Agassiz Almeida me recebeu e ficou muito feliz. Apesar da idade, todos me tratavam normalmente e têm um grande carinho por mim. Lá na universidade todo mundo sempre ajuda um ao outro”, disse o aluno especial.
"Estudar é uma função muito delicada. Tem que respeitar os colegas e os professores" , diz o estudante.

Com o título “Políticas Públicas e o Direito do Idoso”, o trabalho de conclusão de curso apresentado por Djalma foi voltado para mostrar a experiência adquirida no decorrer do tempo em que ele conviveu no curso e ressaltando como se configurou a relação de um idoso com pessoas de outras gerações.
A mesa para apresentação do TCC foi formada pelos professores Agassiz Almeida, Mário Vinícius e Juliana Linhares, sua orientadora.

“Foi um excelente aluno, dedicado, atencioso e responsável, tendo sido, dentre os meus orientandos, o primeiro a entregar o TCC”, relatou a orientadora.

Aluno Especial
O chefe-adjunto do departamento de direito do Campus III da UEPB, Agassiz Almeida, explica que o aluno especial não chegou a ingressar no curso por meio do processo seletivo regular. “Djalma se dirigiu à instituição com o objetivo de assistir algumas aulas, como ouvinte apenas, mas o surpreendente é que ele levou muito a sério este compromisso.

Assistia aulas diariamente e, às vezes, passava o dia todo no campus. Mostrou-se um exemplo de dedicação: não faltava, participava das aulas e fazia todas as atividades propostas pelos professores”, explica.

Para a orientadora de Djalma, a professora Juliana Linhares, a conclusão do curso por parte do idoso é motivo de muita satisfação. “Quando a emoção não cabe dentro do peito e não se encontra a palavra certa para agradecer. Assim me senti ao presenciar Djalma Araújo defender seu TCC. Momento esse que guardarei para sempre e contarei, com muito orgulho, para meus filhos e netos”, diz a professora.

Djalma vai receber o título de aluno honorário da UEPB durante a cerimônia de colação de grau das turmas concluintes, no dia 31 de maio. O idoso também vai ser homenageado pela turma concluinte de direito, com quem ele participou das aulas nos últimos cinco anos.

Próximo passo
A aposentado está empolgado com os estudos e disse que a próxima meta é ingressar no curso de medicina, porém ele não sabe se irá fazer algum processo seletivo este ano, pois está preocupado com a saúde. “Estou um pouco doente esses dias, com suspeita de zyka, e nessa idade a gente fica muito debilitado. Mas eu quero sim pode ingressas no curso de medicina”, disse o aluno.

G1

As Mais Visitadas

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Ex-atriz da globo deixa vergonha de lado e fica completamente nua ao trocar biquíni em praia

Segundo fotógrafo que fez os cliques, Clariane Caxito estava posando para um catálogo de moda praia, por isso a desinibida troca de roupaClariane Caxito, atriz que participou do "Zorra Total" antes do programa ser reformulado, foi flagrada em poses bem indiscretas neste domingo, 22. Ela foi vista na praia do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enquanto trocava de biquíni.Isso mesmo que você leu. Sem a menor cerimônia, a morena ficou com os seios à mostra no momento de mudar o sutiã e depois também trocou a calcinha, deixando absolutamente tudo de fora!Segundo o fotógrafo que fez os cliques, Clariane estava acompanhada por uma equipe de profissionais, enquanto posava para um catálogo de moda praia, por isso a troca de biquíni. Nas imagens, no entanto, nenhum sinal de outra pessoa, a não ser a "peladona da praia".Após a troca de biquíni, a morena foi se refrescar no mar e, antes de entrar na água, deu uma empinada estratégica no bumbum. EGO

Adolescente de 14 anos é morta por ex-namorado após ‘ficar’ com outro rapaz em festa na PB

Uma adolescente de 14 anos foi assassinada com dois tiros na madrugada deste domingo (6) em São Sebastião de Lagoa de Roça (Agreste do estado, a 107 km de João Pessoa). O principal suspeito do crime é o ex-namorado da vítima.De acordo com o delegado Ramirez São Pedro, do Núcleo de Homicídios de Queimadas, o crime aconteceu horas após o suspeito ter visto a garota com outro rapaz em uma festa em um sítio da região. Ela havia terminado o namoro com ele há quatro meses e, desde então, recebia muitas ameaças.“Eles namoraram por dois meses e há quatro estavam separados, mas o suspeito não aceitava a situação e ameaçava muito a menina. Na noite de ontem [5], ele viu ela ‘ficando’ com outro rapaz em uma festa e novamente a ameaçou, dizendo que daquela noite ela não passava. A vítima relatou a ameaça a policiais militares que estavam na festa, mas o suspeito já tinha ido embora”, disse o delegado.Depois da festa, a garota foi dormir na casa de uma amiga. Por volta das 4h, o suspeito chegou lá…