Pular para o conteúdo principal

Em entrevista deputado Jair Bolsonaro defende o fim do Bolsa Família

O polêmico deputado federal Jair Bolsonaro, do Rio de Janeiro, foi o entrevistado desta quarta-feira (23) do programa Correio Debate, da rádio Correio Sat/98FM da Paraíba. E como era de se esperar ele se esquivou de temas que agitam as rodas de conversa da população e os bastidores da polêmica. Na entrevista ele defendeu o fim do programa Bolsa Família e disparou: “Eu não confio na Justiça Eleitoral”.

Bolsonaro alegou que há um orçamento trilionário por trás do processo eleitoral e que o eleito é quem decide quem são os ministros que vão para o Supremo Tribunal Federal.

Sobre o Bolsa Família, o parlamentar declarou que é preciso ensinar a ganhar dinheiro com o próprio suor. “Ninguém quer acabar o Bolsa Família, mas temos que ter uma saída. Essas pessoas têm que trabalhar e ter como ganhar dinheiro do próprio bolso”, acrescentou.

Contra à violência
Jair Bolsonaro também falou sobre o combate a violência e, neste quesito, ele foi radical. “Você não vai combater a violência soltando pombas brancas, botando lencinhos brancos na janela de sua casa. Tem que combater com mais violência, porque a bandidagem está aí e não tem pena de ninguém. “Temos contra nós a política de direitos humanos, de desencarceramento. Todo mundo tem pena dos encarcerados”, declarou.

O deputado enfatizou que as leis precisam ser revistas. “A tal da audiência de custódia, o marginal sai para responder em liberdade e muitas vezes é liberado ainda na frente da polícia que o prendeu. Não podemos ter pena desse tipo de gente. Temos que mudar o Código Penal. Existe legitima defesa no Brasil? Veja o caso da apresentadora Ana Hickman, o marginal invade o apartamento, o cunhado dela consegue atracar o bandido, dá dois tiros no bandido e o Ministério Público decidiu mandar ele para o Tribunal do Júri. Temos que garantir a legítima defesa no Brasil”, argumentou.

Homofobia
Sempre questionado por sua postura com relação ao homossexualismo, Bolsonaro negou que seja homofóbico. "O que não admito é o material escolar ensinar a criança a fazer sexo a partir de seis anos de idade. Eu vi lá o cara dizendo que estava estudando para fazer o vídeo de como a língua de uma menina é beijando outra menina. Você quer que seu filho de 7 anos vá para a escola e assista duas crianças se beijando, que seja apresentado esse tipo de conteúdo. Estão estimulando nossos filhos para o sexo precoce, daí vem a fama que sou homofóbico. Quem já me viu falando que tem que espancar homossexual? Essas pessoas não têm argumento e ficam mentindo", arrebatou.

Crise política
Sobre a crise política no Brasil, Bolsonaro acha complicado o quadro ser revertido. “A crise tem contaminado todo o Brasil,na economia, na segurança, nos acordos internacionais. É muito difícil resolver a crise, mas cada um tem que fazer sua parte. Mas o que é que estão tentando mudar? A forma de escolher os deputados com o tal do distritão, mas não é assim”, falou.

Lula
Jair Bolsonaro também comentou sobre o ex-presidente Lula e que não acredita nas pesquisas que mostram ele como um dos favoritos a concorrer a presidência. “Cada dia que passa o pessoal vai se conscientizando que quem colocou o Brasil nessa miséria foi o PT. É um governo que quebrou a Petrobras, basicamente tirou a capacidade produtiva do Porto de Suape, que é de sua terra, e investiu em Cuba, esse homem aí enganou a população brasileira”, falou. (Via Correio)

As Mais Visitadas

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Ex-atriz da globo deixa vergonha de lado e fica completamente nua ao trocar biquíni em praia

Segundo fotógrafo que fez os cliques, Clariane Caxito estava posando para um catálogo de moda praia, por isso a desinibida troca de roupaClariane Caxito, atriz que participou do "Zorra Total" antes do programa ser reformulado, foi flagrada em poses bem indiscretas neste domingo, 22. Ela foi vista na praia do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enquanto trocava de biquíni.Isso mesmo que você leu. Sem a menor cerimônia, a morena ficou com os seios à mostra no momento de mudar o sutiã e depois também trocou a calcinha, deixando absolutamente tudo de fora!Segundo o fotógrafo que fez os cliques, Clariane estava acompanhada por uma equipe de profissionais, enquanto posava para um catálogo de moda praia, por isso a troca de biquíni. Nas imagens, no entanto, nenhum sinal de outra pessoa, a não ser a "peladona da praia".Após a troca de biquíni, a morena foi se refrescar no mar e, antes de entrar na água, deu uma empinada estratégica no bumbum. EGO