Pular para o conteúdo principal

Garota de 13 anos de idade morre usando absorventes internos


A filha de 13 anos de Diane Roberts começou a se sentir mal quando estava em férias com sua família e foi originalmente diagnosticada com uma infecção estomacal, de acordo com o Manchester Evening News. Quando a saúde da adolescente britânica continuou piorando, sua família a levou para um hospital onde ela foi diagnosticada com a síndrome do choque tóxico, causada pelo uso de absorventes internos. Jemma-Louise, nadadora competitiva, havia começado a usar os absorventes internos pouco tempo antes de adoecer, pois eles permitiam que ela continuasse treinando durante seu período menstrual. Uma semana após seu diagnóstico, em março de 2014, Jemma-Louise morreu de uma hemorragia cerebral enquanto recebia tratamento, de acordo com o jornal. Exames descobriram a presença da bactéria estafilococos no sangue da adolescente.

Esta semana, Roberts contou a história da filha para conscientizar o mundo sobre a doença, que não costuma receber atenção suficiente. “A síndrome do choque tóxico era mais conhecida nos anos 80, mas raramente ouvimos falar dela hoje em dia”, disse ela ao Manchester Evening News. "Meu marido nunca tinha ouvido falar dela. A conscientização pode salvar a vida de adolescentes como a minha filha". Roberts e sua família estão levantando fundos para o Alder Hey Children’s Hospital, onde sua filha foi tratada.

Aaron Glatt, MD, porta-voz da Infectious Diseases Society nos Estados Unidos diz que embora a síndrome do choque tóxico deva ser considerada, não é motivo para as adolescentes evitarem completamente os absorventes internos. “Os absorventes internos são realmente seguros de se usar”, disse Glatt ao Yahoo Parenting. “Ao mesmo tempo, existe uma chance desses produtos causarem a síndrome do choque tóxico, pois muitas pessoas pensam que podem usá-los por períodos muito longos”.

Apenas uma em cada 100.000 pessoas que usam absorventes internos contraem a SCT anualmente, de acordo com um estudo feito na University of Minnesota, e Glatt diz que casos fatais são ainda mais raros. Ainda assim, é melhor procurar ajuda se sua filha começar a se sentir mal enquanto usa este produto. “Se houver alergia, febre alta e outros sintomas do tipo, procure seu médico imediatamente”, diz Glatt. Não se esqueça de dizer ao seu médico que você usa o absorvente interno, pois os sintomas da síndrome podem ser facilmente confundidos com os da gripe.

Mulheres de todas as idades não devem usar os absorventes internos por mais de seis horas, precisam dar preferência a produtos de baixa absorção e interromper o uso se não estiverem se sentindo bem.

Da Redação
Via: Yahoo

As Mais Visitadas

Prefeitos baianos do PMDB, DEM e outras siglas fazem fila de quase uma hora para tirar selfies com Lula

Ontem (19) pela manhã, o petista participou de um evento com mais de 60 prefeitos de cidades do interior baiano. Na plateia havia políticos de partidos como PMDB e DEM, que apoiaram o Senado investigasse a ex-presidente Dilma Rousseff e integram a base do governo Michel Temer. Quem via de longe pensava que as filas próximas ao palco para tirar uma selfie com Lula era da comunidade local, mas eram compostas na realidade por gestores das mais variadas correntes.Apesar das críticas de Lula ao atual presidente Michel Temer, os prefeitos formaram uma fila de quase uma hora para tirar fotos com o petista. Um prefeito do PMDB que pediu para não ter o nome divulgado explicou tanta admiração. Segundo ele, Lula é muito admirado no Nordeste e pode ser um grande cabo eleitoral para 2018.Lula usou um palavrão para criticar a situação econômica do País. "Este País é grande demais. Este País não nasceu para ser a m. que é", disse o ex-presidente que logo em seguida tentou se desculpar. &qu…

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Mari e Sapé na PB; universitários revelam situação do transporte municipal para as faculdades

Revista Páginas - Universitários da cidade de Mari e Sapé, ambos localizados na zona da mata da Paraíba, que necessitam utilizar os ônibus que as prefeituras dos municípios citados acima disponibilizam não estão nada satisfeitos. Por meio das redes sociais os estudantes denunciam a situação precária do serviço oferecido.Foto 1: Alunos da cidade de Mari.Segundo relatou a universitária Marcela Monteiro em seu perfil no Facebook, ela foi "obrigada" a fazer o trajeto de ida e volta para João Pessoa, dividindo a poltrona com outros dois colegas. Não há acentos disponível para a demanda. A universitária revelou que a secretária de educação foi procurada e não conseguiu uma solução para o problema. Foto 2: Alunos da cidade de Sapé.Na cidade de Sapé, cerca de 20 alunos são transportados em pé todas as noites, no ônibus que os levam para a IESP Faculdade. Conforme escreveu nas redes sociais Quelfn Antônio ao esplanar o problema. "Risco de quedas e de se machucarem, sem contar co…