Pular para o conteúdo principal

Sapé e Mari estão entres as 77 cidades da Paraíba com menos de 10% da biometria concluída

Mais de 70 cidades paraibanas ainda estão com menos de 10% do recadastramento biométrico concluído. Os dados são do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que divulgou um ranking dos municípios envolvidos na quinta e última etapa do processo, na quinta-feira (24). Ao todo 102 cidades participam nesta etapa do recadastramento biométrico no Estado da Paraíba. O trabalho foi iniciado no dia 6 de março e a previsão é que ele seja encerrado no mês de março de 2018.

De acordo com os dados repassados pelo Tribunal, apenas 25 municípios estão acima dos 10%, com destaque para as cidades Serrariacom a marca de 32,81% dos eleitores revisados e Prata e Pirpirituba que já apresentaram  24% e 22%, respectivamente.

Os municípios de Baraúna, no Seridó, com 20,9% e Gurinhém, também no Agreste, com 17,23% fecham o ranking das cinco cidades mais avançadas no recadastramento biométrico.

Em contrapartida, a maioria das cidades ainda estão com níveis de cadastramento muito baixos e devem demandar uma grande mobilização do TRE até o fim do prazo para o recadastramento. É o caso da cidade de Juripiranga, na Mata Paraibana, que possui quase 10 mil habitantes e apenas 0,2% da população recadastrada. Outros municípios que apresentam baixos índices de eleitores revisados são Manaíra e Santa Helena, no Sertão paraibano, com apenas 0,3%.
O ranking biométrico dos municípios paraibanos que estão participando da quinta e última etapa do processo de recadastramento biométrico pode ser visualizado no site do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba.

Nas primeiras quatro etapas do recadastramento, segundo dados do Tribunal, 121 municípios – envolvendo 41 zonas eleitorais - já foram atendidos. O número corresponde a 54% das cidades na Paraíba. Confira abaixo as 77 cidades que ainda não atingiram 10% do recastarmento biométrico:

Veja:

Alagoa Grande - 9ª ZE
Cacimba de Dentro - 20ª ZE
Cruz do Espírito Santo - 3ª ZE
Solânea - 48ª ZE
Itabaiana - 6ª ZE
Araruna - 20ª ZE
Marcação - 55ª ZE
Cajazeiras - 42ª, 68ª ZE
São José de Piranhas - 40ª ZE
Poço de José de Moura - 37ª ZE
São Bento - 69ª ZE
Bom Sucesso - 36ª ZE
São João do Rio do Peixe - 37ª ZE
Juarez Távora - 9ª ZE
Mari - 4ª ZE
Conceição - 41ª ZE
Sertãozinho - 47ª ZE
Bonito de Santa Fé - 39ª ZE
Catolé do Rocha - 36ª ZE
Jericó - 36ª ZE
Mulungu - 46ª ZE
Caaporã - 73ª ZE
Duas Estradas - 47ª ZE
Sapé - 4ª ZE
Pilar - 5ª ZE
São José de Princesa - 34ª ZE
Nova Palmeira - 25ª ZE
Ouro Velho - 74ª ZE
Belém do Brejo do Cruz - 38ª ZE
Santana de Mangueira - 41ª ZE
Frei Martinho - 25ª ZE
Pedra Lavrada - 25ª ZE
Nova Floresta - 24ª ZE
São José do Brejo do Cruz - 38ª ZE
Ibiara - 41ª ZE
Baía da Traição - 55ª ZE
Puxinanã - 50ª ZE
Cachoeira dos Índios - 68ª ZE
Vista Serrana - 51ª ZE
Condado - 51ª ZE
Caldas Brandão - 75ª ZE
Riachão do Bacamarte - 8ª ZE
Santa Inês - 41ª ZE
Tavares - 34ª ZE
Brejo dos Santos - 36ª ZE
Bom Jesus - 42ª ZE
Gado Bravo - 49ª ZE
Sossego - 24ª ZE
Carrapateira - 40ª ZE
Arara - 12ª ZE
Natuba - 18ª ZE
Fagundes - 59ª ZE
São Miguel de Taipú - 5ª ZE
Damião - 24ª ZE
Poço Dantas - 53ª ZE
Tacima - 20ª ZE
Joca Claudino - 53ª ZE
Riachão - 20ª ZE
Monte Horebe - 39ª ZE
Sobrado - 4ª ZE
Barra de Santa Rosa - 24ª ZE
Manaíra - 34ª ZE
Serra Redonda - 8ª ZE
Santa Helena - 37ª ZE
Riachão do Poço - 4ª ZE
Riacho dos Cavalos - 36ª ZE
Triunfo - 37ª ZE
Casserengue - 48ª ZE
Juru - 34ª ZE
Água Branca - 34ª ZE
Juripiranga - 6ª ZE
Pitimbu - 73ª ZE
Salgado de São Félix - 6ª ZE
Bernardino Batista - 37ª ZE
São José dos Ramos - 5ª ZE
Mato Grosso - 36ª ZE
Conde - 73ª ZE

G1

As Mais Visitadas

Vergonha do que fizeram com Fábio Assunção

(Ou, sobre empatia, compaixão, solidariedade). (Fabrício Carpinejar)Fiquei chocado com os vídeos do ator Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE). Pasmo não por aquilo que ele fez, fora de si, mas pelo deboche de todos à volta, sóbrio e serenos, com consciência para ajudar e que não demonstraram nenhum interesse para socorrer e amparar alguém claramente necessitado e com dificuldades de se manter em pé e articular um raciocínio lógico. Em vez de ajudar, ridicularizavam o profissional em uma fase difícil da vida e apenas aumentavam a sua agressividade. Quem aqui já não bebeu além da conta e falou bobagem? Atiçar um bêbado é armar um circo de horrores, é se divertir com o sofrimento alheio, é renunciar à educação pelo bullying anônimo e selvagem de massa. Onde está a compaixão do país? O que identifico é que torcemos pela queda de nossos heróis, pelo fim de exemplos. Odiamos silenciosamente aquele que alcança o sucesso. E permanecemos à espreita, como urubus …

Prefeitos baianos do PMDB, DEM e outras siglas fazem fila de quase uma hora para tirar selfies com Lula

Ontem (19) pela manhã, o petista participou de um evento com mais de 60 prefeitos de cidades do interior baiano. Na plateia havia políticos de partidos como PMDB e DEM, que apoiaram o Senado investigasse a ex-presidente Dilma Rousseff e integram a base do governo Michel Temer. Quem via de longe pensava que as filas próximas ao palco para tirar uma selfie com Lula era da comunidade local, mas eram compostas na realidade por gestores das mais variadas correntes.Apesar das críticas de Lula ao atual presidente Michel Temer, os prefeitos formaram uma fila de quase uma hora para tirar fotos com o petista. Um prefeito do PMDB que pediu para não ter o nome divulgado explicou tanta admiração. Segundo ele, Lula é muito admirado no Nordeste e pode ser um grande cabo eleitoral para 2018.Lula usou um palavrão para criticar a situação econômica do País. "Este País é grande demais. Este País não nasceu para ser a m. que é", disse o ex-presidente que logo em seguida tentou se desculpar. &qu…

Mari e Sapé na PB; universitários revelam situação do transporte municipal para as faculdades

Revista Páginas - Universitários da cidade de Mari e Sapé, ambos localizados na zona da mata da Paraíba, que necessitam utilizar os ônibus que as prefeituras dos municípios citados acima disponibilizam não estão nada satisfeitos. Por meio das redes sociais os estudantes denunciam a situação precária do serviço oferecido.Foto 1: Alunos da cidade de Mari.Segundo relatou a universitária Marcela Monteiro em seu perfil no Facebook, ela foi "obrigada" a fazer o trajeto de ida e volta para João Pessoa, dividindo a poltrona com outros dois colegas. Não há acentos disponível para a demanda. A universitária revelou que a secretária de educação foi procurada e não conseguiu uma solução para o problema. Foto 2: Alunos da cidade de Sapé.Na cidade de Sapé, cerca de 20 alunos são transportados em pé todas as noites, no ônibus que os levam para a IESP Faculdade. Conforme escreveu nas redes sociais Quelfn Antônio ao esplanar o problema. "Risco de quedas e de se machucarem, sem contar co…