Pular para o conteúdo principal

“Estamos sozinhos”, desabafa radialista Marcos Sales na Araçá FM de Mari/PB

Revista Páginas - Firme, o radialista Marcos Sales da Rádio Comunitária Araçá FM do município de Mari na Paraíba, desabafou contra  'fakes', oposição ao governo e ao próprio governo municipal.

Em discurso forte na abertura do programa Liberdade de Expressão desta manhã (26). Nitidamente emocionado, Marcos Sales, desabafou e saiu em defesa da Rádio Comunitária. Sales repudiou os ataques sofridos nos últimos dias pelos chamados 'fakes' que estão migrando da internet para o rádio, que  através de participações por telefone aterrorizam os programas jornalístico da emissora comunitária.

Sistematicamente e estrategicamente existe uma grande pressão dos 'fakes' - oposição ao governo do atual prefeito -  para fechar a Rádio Comunitária Araçá FM, acusada de ser politiqueira. 

O radialista também não popou críticas ao silêncio do governo municipal com algumas situações. Referindo-se especificamente aos escrachos da oposição disparados na recente nomeação de uma assessora de comunicação. Para Sales o governo não aceita críticas.

"Estamos sozinhos"

Mostrando não temer nada! Sales falou da sua credibilidade, da sua luta à frente da Rádio Araçá. "Respondo a processos, respondo com colegas da Rádio a um dossiê do ex-chefe de gabinete, Dedé da Prefeitura, que nos acusam de ser larápio (ladrão) do dinheiro público".  Com um tom agudo.

"Não me vendo" 

O radialista relembrou uma proposta do ex-prefeito Marcos Martins. Segundo o radialista, o secretário da gestão de Martins, e atualmente vereador do município, Lói da Saúde, teria ido a sua residência para fechar o 'negócio' mas sem obter êxito!

Recentemente o Revista Páginas publicou uma matéria LEIA  mostrando um enfraquecimento anunciado do jornalístico da emissora comunitária, haja vista os ataques sofridos e o surgimento de outros veículos de comunicação na cidade.

Comentários

As Mais Visitadas

Ex-atriz da globo deixa vergonha de lado e fica completamente nua ao trocar biquíni em praia

Segundo fotógrafo que fez os cliques, Clariane Caxito estava posando para um catálogo de moda praia, por isso a desinibida troca de roupaClariane Caxito, atriz que participou do "Zorra Total" antes do programa ser reformulado, foi flagrada em poses bem indiscretas neste domingo, 22. Ela foi vista na praia do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enquanto trocava de biquíni.Isso mesmo que você leu. Sem a menor cerimônia, a morena ficou com os seios à mostra no momento de mudar o sutiã e depois também trocou a calcinha, deixando absolutamente tudo de fora!Segundo o fotógrafo que fez os cliques, Clariane estava acompanhada por uma equipe de profissionais, enquanto posava para um catálogo de moda praia, por isso a troca de biquíni. Nas imagens, no entanto, nenhum sinal de outra pessoa, a não ser a "peladona da praia".Após a troca de biquíni, a morena foi se refrescar no mar e, antes de entrar na água, deu uma empinada estratégica no bumbum. EGO

Banco do Brasil Quebrado, leia a opinião de Severino Ramos

BANCO DO BRASIL QUEBRADOA título de informação - BB esse é o banco que foi quebrado nos governos Lula e Dilma: O BB tinha, no final de 2015, 63 milhões de clientes, 20% de participação no mercado, 61% de todas as operações de crédito para o agronegócio no Brasil, 21% das operações de crédito do sistema financeiro nacional e R$ 1,4 trilhão de ativos totais. É disparado o maior banco do Brasil. Vamos a História! Em 1995 (governo FHC), o BB tinha 120 mil funcionários, foram demitidos 41 mil. FHC deixou 79 mil. E o PREJUÍZO acumulado do BB foi de 5,4 BILHÕES de Reais. De 2003 a 2015, o BB contratou 31 mil funcionários. E o prejuízo nesse mesmo período foi??? Vou detalhar: com um acréscimo de 31 mil funcionários a mais, o nosso BB quase quebrou! Teve um LUCRO acumulado de 117 BILHÕES de Reais. Desse jeito não tem banco público que aguente! Vale ressaltar que os bancos BB, BNB e CEF são AGÊNCIAS de fomento das políticas públicas. Por tanto, colaboram decisivamente com o desenvolvimento do n…